Prime Video anuncia estreia global do filme A Menina que Matou os Pais - A Confissão para 27 de outubro


O Prime Video anuncia a estreia e o cartaz oficial do filme A Menina que Matou os Pais - A Confissão. O longa chega ao serviço de streaming no dia 27 de outubro e será a mais recente adição à assinatura Prime. Membros Prime no Brasil desfrutam de economia, conveniência e entretenimento, tudo em uma única assinatura.

 

Em 2002, o casal Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos chocou o Brasil quando se declarou culpado pela morte de Manfred e Marísia von Richthofen, pais de Suzane. A Menina que Matou os Pais - A Confissão traz os bastidores da investigação. Revelando momentos cruciais sobre o assassinato, o filme desvenda o que Suzane, Daniel e Cristian Cravinhos - o irmão de Daniel - fizeram nos dias que sucederam o crime brutal.

 

 

O novo drama de true crime complementa os filmes lançados em 2021: A Menina Que Matou os Pais, inspirado no depoimento de Daniel à polícia, e O Menino Que Matou Meus Pais, que baseia-se no de Suzane. Os roteiros partem das informações contidas nos autos do processo que terminou com a condenação dos dois pela morte do casal von Richthofen. Além do trio de protagonistas interpretado por Carla Diaz, Leonardo Bittencourt e Allan Souza Lima, a atriz Bárbara Colen se une ao elenco no papel da investigadora de polícia responsável pelo caso.

 

Com direção de Mauricio Eça, o filme é baseado no livro "Casos de Família - Arquivos Richthofen", de Ilana Casoy, que escreveu o roteiro junto com Raphael Montes. O elenco conta ainda com Kauan Ceglio, Arthur Kohl, Che Moais, Adriano Bolshi, Augusto Madeira, Débora Duboc, Daniel Alvim e Gabi Lopes, entre outros. A produção é da Santa Rita Filmes em coprodução com a Galeria Distribuidora e o Grupo Telefilms. Os produtores executivos são Deborah Nikaido e Marcelo Braga, e a produção é de Gabriel Gurman, Ricardo Constianovsky e Tomás Darcyl

 

Andre Guilherme
Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Adoro implicar com a Marvel, então já sabe, se ficar bravo é pior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário